Textos


Fuga.
                                 Carlos Orlando

Um dia, embora disperso,
Entre outros, descobri teu rosto
E dele aprofundou-se
À sombra de uma ilusão,
O teu sutil encanto.


O alcatraz dos meus desejos,
Na imensidão do teu corpo,
Me reduziram a servo,
Sem noção ao risco,
De não fluir minha estima.


Nas noites de tua ausência
Vieram as sombras da desventura
E a mim, o revés da obsessão.
Finalmente, o antídoto ao delírio
Que me fez afastar de ti.
Carlos Orlando
Enviado por Carlos Orlando em 06/09/2006
Alterado em 31/10/2016


Comentários